© 2017 criado por Marcela Rosa. Todos os direitos reservados
HC .Educação Financeira & Consultores Associados
Rua Silvio Neri Carcereri, 121. Pilarzinho. Curitiba/PR.

CNPJ: 31.007.881/0001-04

Data de entrega: Conforme data do curso

"Abençoe aquilo que você quer"
 

(Filosofia Huna - Livro de T. Harv Eker "Os segredos da mente milionária")
Que trata sobre a forma diferente de se pensar, não devendo julgar ou criticar pessoas em carros de luxo, mansões, helicópteros, mas sim abençoá-las por terem chegado lá! Seja também um merecedor, corra atrás dos seus sonhos!
Pessoas para criticar e reclamar o mundo já está cheio.. Portanto abençoe seus desejos e vá buscá-los!

Você sabe o que é Renda Passiva?
 

Renda passiva é o dinheiro que você ganha sem gastar um tempo significativo. É quando o dinheiro trabalha pra você sem precisar esforços, criando um sistema que vai continuar a render sem que gaste seu tempo nele, ou diminuindo sua necessidade, como diria o ditado popular "ganhar dinheiro dormindo?". As rendas passivas mais conhecidas são: comprar imóveis e receber aluguéis, aplicar em investimentos e receber juros e dividendos,  aplicar em previdência privada, criar empreendimentos que gerem renda sem precisar que trabalhe nele.

Taxa de juros do cartão de crédito chega aos 419,6%. Recorde desde 1995! Mas o que isso significa?

 

Isto significa que estamos passando por muitas turbulências na economia brasileira, e qualquer descuido com seu cartão pode te levar a dívidas enormes. Um exemplo simples seria se você utilizasse R$ 1.000,00 de crédito do seu cartão rotativo, e enrolado esta dívida durante um ano, a sua dívida ficaria em torno de R$5.196,00. E dois anos então? A sua dívida fecharia em R$ 26.998,42!! É claro que o banco não deixará o cliente chegar a esta situação, e cada caso pode ser enxergado de outra maneira, porém mesmo assim pode-se concluir que devemos tomar MUITO cuidado com nosso cartão.

O que fazer quando queremos algo e não temos disponível todo o dinheiro necessário?

Uma opção é nos endividarmos, utilizando o crédito para adquirir de imediato. Mas nós também não podemos esperar, poupar e investir, recebendo juros, até que tenhamos o suficiente para comprar à vista.
É importante refletirmos sobre quanto tempo estamos dispostos a esperar, que transtorno a falta do bem nos traz ou como ficará nosso orçamento mensal com o pagamento das parcelas da dívida. Conclusão: Pense muito bem na hora de utilizar o crédito!😉

As cinco leis do ouro.

De acordo com o velho Kalahab, personagem do livro "O homem mais rico da Babilônia" de George S. Clason, fez sua fortuna a partir das cinco leis gravadas na tabuinha escrita por seu pai, que lá diziam:

I - O ouro vem de bom grado e numa quantidade crescente para todo homem que separa não menos de um décimo de seus ganhos, a fim de criar um fundo para seu futuro e o de sua família”. Ou seja, poupe 10% de tudo o que receber.

II - O ouro trabalha diligente e satisfatoriamente para o homem prudente que, possuindo-o, encontra para ele (para o ouro) um emprego lucrativo, multiplicando-o como os flocos de algodão no campo”. Moral da história: use a riqueza para gerar riqueza.

III - O ouro busca a proteção do proprietário cauteloso, que o investe de acordo com os conselhos de homens mais experimentados em seu manuseio”. Conclusão: siga conselhos de quem sabe, das pessoas experientes.

IV - O ouro foge do homem que o emprega em negócios ou propósitos com que não está familiarizado ou que não contam com a aprovação daqueles que sabem poupá-lo”. Não se esqueça: invista somente depois de estudar bem o assunto ou ouvir parecer de quem entende.

V - O ouro escapa ao homem que o força a ganhos impossíveis ou que dá ouvidos aos conselhos enganosos de trapaceiros e fraudadores ou que confia em sua própria inexperiência e desejos românticos na hora de investi-lo”. Lembre-se: escolha metas realistas e parceiros honestos, pense antes de obedecer aos impulsos.